quinta-feira, 3 de junho de 2010

Notícias do Merê do Forró Lunar: ele está bem

Como faz parte de um grupo muito querido em Brasília, o Merê tem sido notícia em vários jornais da capital. Vou reproduzir a matéria desta quinta (03/06) do Correio Braziliense, que dá mais informações sobre seu estado de saúde e o que realmente parece ter acontecido. Continuemos torcendo pela recuperação rápida dele. Alguns amigos falaram com os meninos da banda e disseram que ele pode receber alta em uns três dias.

*Só uma correção: o Merê é o segundo dos que estão de pé na foto abaixo, com as braços abertos. Achei que a legenda do jornal ficou confusa.


Merê  (o terceiro a partir da esquerda) foi submetido a cirurgia de emergência
Baixista é baleado ao reagir a assaltoO músico Merê, do grupo Forró Lunar foi abordado por dois homens. Ele tentou fugir, mas levou um tiro no peito. Passou por cirurgia e não corre risco de morte

Mara Puljiz

O baixista do grupo Forró Lunar, Marcos Paulo Moreira Barbosa, 26 anos, foi transferido ontem à tarde do Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF) para um hospital particular. O músico levou um tiro no peito na noite da última terça-feira no momento em que estacionava seu carro, um Fiat Palio prata, na comercial da quadra 315 Norte. Dois assaltantes teriam disparado contra Marcos Paulo, conhecido como “Merê”, por volta das 21h30, após ele tentar fugir. O músico passou por uma cirurgia, mas não corre risco de morte. A 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte) instaurou inquérito para apurar o crime, mas até agora não há pistas dos suspeitos.

O episódio ocorreu no momento em que Marcos chegava ao prédio onde são feitos os ensaios da banda. Ao perceber a aproximação de dois homens armados, o baixista teria engatado marcha a ré para escapar de uma possível tentativa de sequestro relâmpago, mas um dos bandidos sacou o revólver e atirou contra ele. O projétil atingiu o peito da vítima, que foi socorrida pelo vocalista da banda, Thiago Carvalho, e em seguida levada pela ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o HBDF.

Conforme nota enviada pela assessoria de imprensa da banda, a bala passou a milímetros do coração e o baixista foi submetido a uma cirurgia de emergência no Hospital de Base. O empresário da banda, Luciano de Carvalho, destacou que, apesar do incidente, a agenda de shows não será alterada. “É lamentável ver que um jovem alegre, talentoso e cheio de vida seja vítima da violência na capital do país, a qual ele inclusive dedica uma de suas composições. Ficamos tristes em perceber que a cidade, ao completar apenas 50 anos, esteja tão cheia de violência. Apesar do susto, a Banda Forró Lunar irá cumprir a sua agenda de shows e tentar apagar esta triste lembrança com música. Enquanto ele se recupera, um músico vai substituí-lo”, disse Carvalho.

Segundo o delegado-chefe adjunto da 2ª DP, Marcelo Portela, ainda não há pistas dos autores. No prédio onde ocorreu o crime, não há câmeras de filmagem, mas a polícia busca informações de testemunhas que possam ajudar na investigação. “Já instauramos inquérito para apurar esse fato, mas é importante ressaltar às vítimas que nunca esbocem reação ao serem abordadas. É um risco muito grande”, destacou Portela.

2 comentários:

juninho disse...

TODOS AQUI DA CIDADE DE PARACATU-MG ESTAMOS TORCENDO QUE TUDO POSSA TERMINAR BEM COM MERÊ E O FORRÓ LUNAR. ASS:JUNINHO MORAIS.

bibi disse...

Oiee mora aki em paracatu sou filha de tião corá e gosto muito de vcs suas musicas e estou torcendo para o Merê fica bem ! Ass:Fabiane Silvaa