terça-feira, 1 de março de 2011

Trios de forró vão desfilar no carnaval de São Paulo

Músicos de forró pé-de-serra da cidade vão representar os discípulos de Luiz Gonzaga no desfile da Acadêmicos do Tucuruvi em homenagem aos nordestinos

A cidade de São Paulo não é a capital do país, mas tem entre seus habitantes características de todos os estados brasileiros. O Nordeste talvez seja a região com mais representantes na capital paulistana. Estima-se que nela vivam cerca de 2 milhões de nordestinos. Um povo alegre, cheio de garra, com talento indiscutível para a música e a culinária. E é por isso que, no carnaval de 2011, a Acadêmicos do Tucuruvi vai homenagear esse povo, com o enredo: Oxente, o que seria da gente sem essa gente? São Paulo: a capital do Nordeste!

Os carros alegóricos destacam preciosidades que o Nordeste exportou para São Paulo, como a comida típica e mundialmente reverenciada, as roupas e os costumes. Mas entre todas talvez a mais importante, além da alegria dos nordestinos, tenha sido a música. O forró pé-de-serra, imortalizado pelo grande Luiz Gonzaga, terá papel essencial no desfile da Tucuruvi.

O Rei do Baião, tido como mestre e mito pelo povo nordestino, estará no alto de um dos carros, sorridente, com uma sanfona na mão. E, para representá-lo muito bem, os músicos de cinco grupos de forró pé-de-serra autêntico de São Paulo serão destaques em alguns carros. Formados por jovens paulistas e nordestinos, os grupos Trio Bastião, Três Tinguá, Ó do Forró, Meketréfe e Dona Zaíra estarão munidos de triângulo, sanfona e zabumba no desfile, misturando o samba ao ritmo nordestino e mostrando o valor que a música brasileira tem.

Entre os músicos que estarão nos destaques da escola, o vocalista do Trio Bastião, Chandeler Biason, 36 anos, é um dos mais animados. Nascido em Santo André (SP), o cantor está contando as horas para o momento que, segundo ele, será um marco na música brasileira e em sua vida. “Vai ser muito gratificante ver na avenida o que Luiz Gonzaga criou sendo levado com tanta alegria e determinação pela Acadêmicos do Tucuruvi e por todos os músicos presentes no desfile”, comenta.

O trianglista do grupo Dona Zaíra, Diego Araújo, 25 anos, nasceu em Campinas, mas há 11 anos é amante do legítimo forró e o pesquisa a fundo. Em seus shows, o Dona Zaíra costuma misturar o ritmo nordestino ao samba e agora vai representar a mistura na avenida. “É uma sensação muito diferente, é uma grande responsabilidade representar uma massa de forrozeiros que amam esse ritmo. Com tantos mitos do forró ainda vivos, nós estamos entre os escolhidos e vamos fazer bonito”, afirma o jovem músico.

A Acadêmicos do Tucuruvi será a terceira escola do grupo especial de São Paulo a desfilar no Anhembi, na sexta-feira, dia 4 de março. Conheça o enredo de 2011:

Enredo: Oxente, o que seria da gente sem essa gente? São Paulo: a capital do Nordeste!
Compositores: Vaguinho, Edu Leão, Doutor, Rigolon e André União.
Intérprete: Fredy Vianna

Sou cabra da peste, vim lá do Nordeste
São Paulo é minha capital
levando alegria, eu vou por aí
eu sou valente, sou Tucuruvi

Vou embarcar nessa aventura
em busca de um lugar ao sol
trago no peito desafio e esperança
na bagagem a lembrança,
sonho ou realidade.
Vou construindo ilusão,
erguendo os pilares da cidade,
deixando marcas da minha tradição:

Ao som do tambor, a fé em louvor, religião
“oxente” festeira, acende a fogueira, é São João

Vem, vem provar
o sabor que vem de lá
esse gosto, esse tempero
é de fato brasileiro.
Da sanfona um acorde tocou forte o coração
olha o povo dançando pra lá,
arrastando a sandália pra cá,
o forró ta danado de bom
um sorriso é a moldura do meu traço cultural
quando a gente se encontra, a mistura é natural.
Carrego na alma a bravura
e o orgulho de ser quem eu sou
vai meu samba, vai! Reconheça o meu valor!

3 comentários:

Ministério disse...

Esqueceu que sem camisinha não dá? Então siga o conselho Reginho: http://bit.ly/foKnZH #fiquesabendo

Conheça a Campanha contra a Aids deste Carnaval: www.camisinhaeuvou.com.br
Siga-nos no Twitter e fique por dentro: www.twitter.com/minsaude
Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br ou www.formspring.me/minsaude
Obrigado,
Ministério da Saúde

Anônimo disse...

é lamentavel que ás pessoas não fale a verdede , o trio arcoverde foi o maior Representante da cultul nordestina na tucuruvi , o triânguista nonato araripe que é cearense e o zabumbeiro que é paraibano , sairam no carro abre-alas e o sanfoneiro karlinhos que é pernambucano , foi a surpresa da escola,foi a primeira vez na história do carnaval que a sanfona veio pra avenida com o cavaco , e foi izatamente o sanfoneiro karlinhos do trio arcoverde que representou muito bem , não se fala no trio arcoverde mas falam em trios que furou e não campareceram por que tinham show ,mas o trio arcoverde compareceu em todos ensaio até com chuva, é revoltante, é só vcs verem os vídeos da tucuruvi ,para vcs vder quem estava junto com o puchador frede e com o édinho do cavaco e o guitarrista , é saio no jornal nacional , e foi entrevistado pelo Réporte da globo abel braga, foi ele mesmo karlinhos ,agora trio furão estar o nome aqui sem que ele tenha comparecido fala sério .

roye disse...

Consistent with "reverse positioning" understand the REAL Second coming would equate with The Matrix's Anti-Christ, the fake battle of good and evil which will come at the end.
I have spoken on this issue in years past. Understanding how they use the political environment to redefine people's value system, realize anyone who speaks of the old world and its ways will envoke hatred. So when/if the Anti-Christ comes along speaking of reverting back to what liberalism would consider repressed and immoral may be the only hope to salvage the god's favor and keep moving forward rather than begin the 1000 year clock. The fake Second Coming will feed into this political enviornment.
Cheap Flights to Mauritius
Flights to Mauritius
Mauritius Flights