quinta-feira, 14 de outubro de 2010

"Por amor ao forró" está no ar!!!!

Estou eufórica! E quem lê este blog vai me entender direitinho. Depois de dois anos, finalmente um amigo - o Kiko da Forroots, de Curitiba - conseguiu colocar meu filho no ar. Explico.

Em 2008, eu e meu amigo Galton Sé passamos o ano inteiro dormindo e acordando por um sonho: nosso projeto final sobre a nova geração do forró pé-de-serra. Se um dia alguém nos achou loucos de gostar tanto desse estilo, assistindo a ele entenderá o que realmente significa o forró para os forrozeiros. É algo mais forte que gosto musical, que vontade de dançar ou de ir a uma balada. Talvez vendo essas cenas essas pessoas poderão ter uma noção do que me motivou a escrever meu post anterior.

O nome do filme é “Por Amor ao Forró”, documentário feito como projeto final de Jornalismo, na UnB, em 2008, junto com meu amigo Galton Sé. A qualidade técnica não é das melhores, mas ele já rodou o mundo e recebo pedidos de cópias do país inteiro quase todo dia. É uma daquelas coisas que nos fazem ter certeza de que somos capazes de fazer algo muito legal ao menos uma vez na vida. Infelizmente, não dá pra mudar mais nada, mas aceito críticas...

Divirtam-se e compartilhem. E, Kiko, muuuuuuuito obrigada por realizar esse sonho!!!

POR AMOR AO FORRÓ - Parte 1




POR AMOR AO FORRÓ - Parte 2



POR AMOR AO FORRÓ - Parte 3

13 comentários:

Galton Sé disse...

Já cantei, já sofri, já chorei
Tudo só por amor ao forró

Um dos meus maiores orgulhos!
ótima parceria, ótimo tema... ótima saber q vai continuar a ser divulgado.

Rádio Forroots - Forró e Reggae 24h disse...

CCCCCAAARRRRRAAAACCCCCAAAAAAAAA!!!!
Muito fácil realizar os sonhos dessa menina... hehehehe


Não foi mais que 1 hora pra deixar ele redondinho no youtube...
Isso não foi nada comparado ao enorme esforço que foi fazer um dos mais lindos videos de forró da história.

AGORA TAÍ, PRO MUNDO INTEIRO VER!!
=D

SUCESSO MENINA!

PARABÉNS!!


do seu fã, Kiko Forroots.

Luiz disse...

Que maravilha heim!!!!
Espetácular!!!, meus PARABÉNS!

FORROZEIRODECARTEIRA.BLOGSPOT

delio disse...

Ja perdi as contas de quantas vezes eu ja vi esse DVD. E não tem uma vez que eu vejo e não me arrepio.

Bom de maaaaaaais =)

Rafael disse...

Lindeza Drica!!!
chero!

Rafael disse...

Lindeza Drica!

Anônimo disse...

Muito interessante o filme. Parabéns pela idéia. Fortalece ainda mais o movimento do forró no Brasil e até fora dele.
Só não concordo com um carinha que se diz pesquisador do forró, que fala que adicionar outros instrumentos ao trio descaracteriza o "forró pé de serra". Fala sério! Apenas é preciso "saber tocar", só isso. É só ouvir Luiz Gonzaga, Marinês, dentre outros, que dá pra entender o que é forró pé de serra, mesmo adicionando outros instrumentos ao trio. O que importa é saber fazer o som!

Gilson Mendes disse...

Eu tive a sorte de assistir no dia da apresentação na UNB e confesso que chorei de emoção, não só pela vitória da Adriana e do Galton, mas também pela pudereza e a grandeza que é esse movimento do Forró Pé de Serra, mostrados no filme. Essa é uma obra eterna, daqui a 50 anos o forró pé de serra terá a mesma importância de hoje e esse filme também, pode conferir.

nilson araujo disse...

Beleza de documentário. Só não concordo com essa de que na região nordeste não se canta. Se canta sim, junto com o cantor.Pelo menos aqui em Pernambuco a galera faz parte do coro, sim. Outra discordância em depoimentos: Outros instrumentos juntados não descaracteriza coisíssima alguma, desde que não se sobreponham à base:
sanfona, triangulo e zabumba.
Parabéns pela idealização e que venham mais!

Michelle Rodrigues (SP) disse...

Gente, como me identifiquei com esse vídeo... Forró pra mim é exatamente isso: não é simplesmente uma dança, uma noite... é algo além, que vem lá de dentro, inexplicável.
Faço parte de um grupo do yahoo de forrozeiros que enviaram os links como indicação. Amei! Muito bem feito e retrata perfeitamente o passado e o presente do nosso querido forró!


Beijosss

Anônimo disse...

O documentário é excelente!!!
Eu estou meio afastado do forró, e o seu filme reacendeu em mim essa vontade de ir aos festivais e reencontrar com a galera do forró!!
O Festival de Ilha Grande em Dezembro não está postado no link eventos... divulga aí porque aquele lugar é mágico...
Valeu!!!
Ass.: Pardal

Anônimo disse...

Assistir o vídeo Por Amor ao Forró e como já imaginava, ficou ótimo, parabéns. Mas fiquei triste ao ver pessoas declarando seu amor ao ritmo no documentário e hoje não freqüentarem o forró. Falo isso por experiência própria, deixei de freqüentar já tem um tempo. Apesar de não ir, acompanho notícias por sites e blogs. Confesso que ainda estou sem vontade de voltar a freqüentar. Não sei explicar o que aconteceu, mas infelizmente não sinto àquele calor de 3,4 anos atrás. Tudo é muito superficial, cheio de mistério. As pessoas são individualistas, rancorosas e competitivas. Fico me perguntando: Cadê aquela amizade bonita e simples que o forró propiciava? Cadê aquela energia positiva? Cadê a galera antiga? Acho que muitos desses sentimentos que compartilho são os mesmos de outras pessoas que também deixaram de freqüentar.
Claro que é legal ver novas pessoas freqüentando, mas fico esperando o dia que eu terei prazer de ir e sentir o sentimento delatado no vídeo.

MeL disse...

Me emocionei com seu documentário! Parabéns...conheci seu blog agora, por conta do filme e venho parabenizar pelo excelente trabalho! concordo q a parte tecnica não está das melhores, como vc disse, mas o material coletado, o amor ao forró traduzido neste video é intenso demais, principalmente pra quem é do forró!
Mais uma vez parabéns!!